sábado, 31 de dezembro de 2011

Esse outro mundo

E se for mesmo real a existência de mundos paralelos? E se, para cada ato que realizamos, houver uma outra escolha e o mundo se desdobrar em outro para aquela opção que deixamos de fazer?

Pensemos assim, cada vez que temos uma escolha pra fazer, o mundo se desdobra em uma realidade alternativa, com as outras escolhas possíveis. Infinitas possibilidades, infinitas realidades. O mundo acontece de outros modos e, porque não?, depois se reencontra (ou cruza, ou não) com este nosso.

Imaginemos, ainda, que em cada realidade paralela nossos “outros eu” vivenciem – obviamente – situações que não foram experimentadas pelo que conhecemos como mundo. Vão a locais onde nunca fomos, passam por situações que em nada tem a ver com nossa rotina, nosso cotidiano.

Por fim, imaginemos que esses outros mundos, como dito acima, se toquem ou se fundam em algum momento. Não será esse um bom motivo para termos sensações de “deja vu”? A certeza de já termos visto uma pessoa com quem nunca encontramos. A impressão de já se ter estado em um local onde se foi. A impressão de já termos vivido coisas que nunca aconteceram em nossas vidas.

A proposta de mundos alternativos / realidades paralelas (ainda que cientificamente improvável) já foi motivo de filmes, romances, contos, revistas em quadrinho. Alan Moore, J J Benitez, Richard Bach e muitos outros já se valeram desse tema para suas (excepcionais) histórias. Enfim, eu gosto da ideia improvável de que isso seja verdade, gosto da ideia de haja realidades acontecendo ao mesmo tempo, que possamos viver tudo ao mesmo tempo agora e que vez ou outra essas realidades se toquem nos trazendo memórias não acontecidas.

Talvez tudo aquilo que queiramos viver aqui e agora, esteja acontecendo em algum desses outros mundos. Talvez aqui esteja acontecendo tudo o que, lá no outro mundo, nosso outro-eu quisesse viver.

4 Comentários:

Blogger cla9 disse...

Será que no momento de nossa concepção o universo nos dá alternativas de vivermos diferentes estilos de vida?
Universos paralelos (...)
Qual será realmente nosso lugar? Será que estamos vivendo a alternativa correta?
"Há mais mistérios entre o céu e a Terra, do que toda nossa vã filosofia" (William Shakespeare).
(...)

13 de janeiro de 2012 08:04  
Anonymous tania disse...

Acredito que o único mundo parareleo que existe, é o mundo da nossa imaginãção,nossos sonhos,aquilo que gostaríamos de viver ou ter vivido.
A sensação que temos de que ja estivemos em um lugar, com certas pessoas ou até mesmo a impressão de que as conhecemos de longas datas, talvez sejam lembranças de vidas passadas( nisso eu acredito).
Na vida, no mundo real, qdo escolhemos uma opção abrimos mão de outra. Infelizmente nem sempre fazemos as escolhas certas...
É um tema muito complexo - carmas, destino, livre arbitrio, sorte, intuição. O que nos leva a escolher isso e não aquilo??

28 de janeiro de 2012 05:47  
Anonymous Anônimo disse...

Sempre pensei isso.. também penso que pode ser que vivemos a mesma vida repetidamente, e por isso temos essa sensação de deja vú.

13 de dezembro de 2012 09:00  
Anonymous Anônimo disse...

Espero, realmente, que muitas realidades sejam possíveis... Só queria poder vivenciar todas... Ana Helena.

29 de janeiro de 2013 20:50  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial